quarta-feira, 25 de agosto de 2010

palavras inteiras

sem meias palavras. as palavras querem ser inteiras. cheias da graça e da desgraça do mundo. divinas e bestiais. caóticas. ácidas e caóticas. brutais. o balsámo. o elixir. sublimes. as palavras querem ser sem piedade. porque piedade não há.

Nenhum comentário:

Postar um comentário